Clínica de recuperação – Qual a importância das clínicas no âmbito social?

0 Comments 00:04

Clínica de recuperação – Qual a importância das clínicas no âmbito social?

Uma clínica de recuperação exerce um papel fundamental quando analisamos do ponto de vista sociocultural dentro de um ambiente compartilhado por várias pessoas, como uma simples comunidade, até chegarmos ao ponto de analisar na esfera municipal, regional, estadual ou nacional.

Uma pequena comunidade, quando afetada pela dependência química em massa, sem programas sociais e particulares que auxiliem no propósito de resolução da situação, pode sofrer muito com problemas que chegam até mesmo as próximas gerações.

No conteúdo de hoje, vamos abordar pontos interessantes sobre essa discussão, explicando desde o que é uma clínica de recuperação, até o seu papel perante o dependente químico, e, por fim, analisando a importância social de um centro desses. Leia conosco e compreenda mais sobre o assunto. Vamos lá!

O que é uma clínica de recuperação?

Mas afinal, o que é uma clínica de recuperação? Apesar de muitas pessoas acharem que já sabem o que é um centro como esses, a grande maioria tem apenas um pré-conceito visual e mental sobre esse espaço, sendo que ele pode ser abordado de diversas formas.

Em resumo, a clínica de recuperação química, também chamada de clínica de reabilitação, é um espaço onde o dependente químico utiliza para auxílio em relação a sua dependência, visando controlá-la, ao ponto de não sofrer mais com os danos que a mesma proporciona na sua vida.

Porém, não existe apenas um modelo de clínicas de reabilitação, mas sim vários. Elas podem ser analisadas com base no nível de dependentes químicos que recebem, e também da estrutura que podem desfrutar. Existem clínicas particulares mais fechadas, onde pouco é feito do ponto de vista funcional do dependente químico, atingindo mais seu tratamento mental, com acompanhamento médico.

Enquanto isso, outras clínicas de reabilitação, não só particulares, mas também comunitárias, voluntárias ou que estejam ligadas a algum tipo de crença, podem abordar outros tipos de acompanhamento. Um exemplo disso são as clínicas comunitárias participativas, onde o dependente químico interage com outros dependentes, mas também exercer tarefas diárias, como cultivar alguma plantação na fazenda da clínica, realizar trabalhos manuais dentro do centro de reabilitação, entre outros detalhes.

Qual o papel da clínica de recuperação?

Existem diversos tipos de dependentes químicos, desde pessoas viciadas em álcool até aquelas que são viciadas em drogas propriamente ditas e ilícitas. Os motivos para os vícios também são variados, desde traumas na infância, adolescência ou fase adulta, até simplesmente devido à influência do meio em que vivem, ou seja, da cultura em que estão inseridos.

O papel da clínica de recuperação é justamente conseguir atingir todo e qualquer tipo de dependente químico de forma benéfica, utilizando todos os âmbitos possíveis para isso, sem que exclua algum dependente ou os deixe constrangidos de alguma maneira.

É por isso que esse tipo de trabalho deve ser feito por profissionais experientes na área, que consigam atingir todos os âmbitos em que o dependentes está inserido, desde o âmbito social, passando pelo mental e chegando até o físico, afinal, a grande maioria das drogas deixam marcas internas e externas.

O papel das clínicas é compreender a história do dependente, estudar sua comunicação não verbal e procurar a melhor forma possível dentro das margens que o mesmo fornece para melhorar a sua qualidade de vida, livrando o mesmo de um problema de dependência que não afeta somente a ele, mas a todos que estão ao seu redor, como familiares e amigos.

Qual a importância social da clínica de recuperação?

E qual seria a importância social das clínicas de recuperação? Como a dependência química afeta a sociedade como um todo e de que maneiras as clínicas de reabilitação podem ajudar a melhorar esse quadro? Bom, com todas as informações que trouxemos até aqui fica até fácil de compreender a importância desses centros.

Um ambiente afetado com uma cultura de vício acaba criando um ciclo vicioso. Crianças que nascem e crescem em bairros que estão marcados pela presença das drogas, sejam elas lícitas ou ilícitas, tendem a serem atingidas pelo vício em algum momento de sua vida.

Isso acaba criando um ciclo vicioso muito difícil de ser quebrado. A clínica de recuperação não possui o papel milagroso de “curar” toda uma comunidade, mas sim de reinserir na sociedade um cidadão renovado, livre da dependência química e que pode viver a sua vida sem o medo da droga. Portanto, podemos concluir que a importância social desses centros não só é grande, como essencial!

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post

Compartilhar
Call Now Button
Enviar Mensagem
Estamos online