Sintomas da overdose

Sintomas da Overdose

Sintomas da overdose

Você deve estar se perguntando: “Afinal, o que é overdose?” “Quais os sintomas da overdose?”. A palavra tem por significado médico o excesso de substâncias químicas no corpo. Se você não sabe, a substância química é toda e qualquer droga, seja lícita ou ilícita. Quando uma pessoa excede os limites do corpo, dentre alguns minutos seu organismo sentirá efeitos colaterais. Uma crise de overdose pode acontecer em casos de dependência química e o uso excessivo de alguma medicação.

Aproximadamente 100 mil americanos morreram no período de pandemia em decorrer ao uso excessivo de drogas. É importante apontarmos que a overdose pode ser provocada propositalmente, ou seja, quando uma pessoa se torna compulsiva por algum produto químico ou tem pensamentos suicidas e comete ações inconsequentes. E para casos específicos a overdose acontece acidentalmente, o uso de medicações sem prescrições médicas pode ser fatal. 

 

Quais são os produtos químicos que causam a overdose?

 

Em meio aos avanços mercadológicos do narcotráfico, há uma infinidade em qual substância química consumir. Atualmente as substâncias químicas são divididas entre três classificações, sendo as depressoras, estimulantes e perturbadoras. Todavia, a classificação estimulante e depressora tem alta probabilidade de causar overdose. De forma geral, acompanhe algumas substâncias abaixo que podem provocar a overdose:

  • Álcool;
  • Crack;
  • Cocaína;
  • Morfina;
  • Heroína;
  • Solventes;
  • Metanfetamina;
  • Medicação sem prescrição médica.

 

14 Sintomas da Overdose

Acompanhe abaixo os sintomas provocados pelo excesso de substâncias químicas no corpo: 

  • Febre;
  • Vômitos;
  • Convulsão;
  • Sonolência;
  • Dor de cabeça;
  • Dor no peito;
  • Desorientação;
  • Dilatação da pupila;
  • Perda da consciência;
  • Dificuldade na respiração;
  • Nervosismo, impaciência e agitação;
  • Os seus lábios, mãos e pés ficam azulados;
  • Confusão mental, paranoia ou alucinação;
  • Aumento ou a diminuição dos batimentos cardíacos;

 

Passo a passo: Como ajudar uma pessoa em crise de overdose?

 

A crise de overdose pode acontecer de forma lenta ou repentina, para cada caso um processo distinto, a alta elevação do uso de drogas pode ser fatal e para que isso não aconteça, o indivíduo precisará de ajuda. A overdose é considerada uma situação clínica grave, e quando o paciente chega na unidade seu atendimento será de imediato. Presenciar uma crise de overdose põe uma pessoa em desespero, mas para agir de forma certa é necessário ter o controle da situação. 

sintomas de overdose

Para ter o controle da situação, você primeiro deve:

1º Conversar com a pessoa para ter conhecimento se o indivíduo está consciente;

2º Não sair de perto, a pessoa que está em uma crise de abstinência deve ser observada;

3º Leve imediatamente à emergência ou chame a ambulância;

4º Observe atentamente a respiração, e peça orientação aos profissionais da área da saúde de primeiros socorros;

5º Não ofereça alimento ou qualquer substância líquida;

6º Após uma crise de overdose, não deixe a pessoa fugir.

Como tratar a overdose?

 

Para cada caso um tratamento específico, mas de forma geral, quando o paciente chega à unidade, rapidamente receberá o atendimento. Retirar as substâncias químicas é um procedimento invasivo que será necessário realizar uma lavagem gástrica intestinal, além de usar medicações necessárias para cortar o efeito do produto químico que está sob o corpo. Caso o procedimento não venha acontecer, uma pessoa pode sofrer de efeitos colaterais para o resto de sua vida. Além de ter a probabilidade de morrer em decorrer ao uso.

Formas para evitar uma crise de overdose

 

Para evitar uma crise de overdose é necessário parar de fazer o uso de toda e qualquer substância química. Quando uma crise de overdose está prestes a acontecer, ninguém tem conhecimento, principalmente o próprio indivíduo. Tudo acontece rapidamente, é necessário estar atento aos sinais. Quando uma pessoa faz o uso compulsivo do produto, o seu corpo ficará resistente ao produto, podendo causar até a dependência. Todavia, para tudo é necessário estimular limites, principalmente na dependência química em qualquer produto corrosivo. 

Tanto a falta como o excesso leva aproximadamente 500 mil pessoas a morte anualmente, em meia as comprovações de que o uso de drogas traz apenas malefícios à um indivíduo, ainda sim o uso de substâncias químicas está associado a alegria, euforia e bem-estar. A crescente no número de pessoas que realizam medicações sem prescrições médicas crescem gradativamente, de acordo com estudos, até 2025 cerca de 10 milhões de pessoas podem morrer em decorrer a automedicação. 

 

Tratando a dependência química

 

Existem pessoas mais propensas a sofrerem uma crise de overdose, o excesso no produto químico está em alta nos hospitais e geralmente é associado a compulsão por alguma substância química. Infelizmente um número considerável de pessoas caem em dependência, e sofrem com efeitos colaterais em decorrer ao uso. Uma pessoa usuária de drogas entra em processo de negação, mais para se livrar de uma possível morte é necessário reconhecer a dependência química e iniciar o tratamento.

Em uma clínica de reabilitação terão médicos, psicólogos, nutricionistas, supervisores e enfermeiros. A equipe multiprofissional trabalhará em conjunto para que o paciente tenha resultados positivos em decorrer a internação. Por meio de uma internação, seja de forma voluntária, involuntária e compulsória o procedimento vem acontecer. E com isso, serão realizados uma avaliação médica, processo de desintoxicação, o suporte da desintoxicação e a ressocialização do adicto na sociedade. 

A clínica de reabilitação é beneficente para que o viciado em narcóticos evite uma crise de overdose, se mantenha distante de amizades negativas, pare de viver em estado de negligência, cometa atitudes impulsivas e inconsequentes, provocando a própria morte. A clínica de recuperação é fundamental para que uma pessoa controle a sua compulsão, tenha uma nova oportunidade de vida e construa uma vida sem interferências químicas.  

Se você deseja realizar uma internação em uma clínica de recuperação para dependentes químicos e alcoólicos, recomendamos a orientação do Grupo Aliança pela Vida. A instituição possui atendimento em todo o Brasil, entre em contato e saiba da unidade mais próxima à sua casa. O uso de substâncias químicas seja de forma proposital ou não, leva milhares de pessoas a morte todo o ano. A única forma para evitar tais situações é recorrendo a internação em uma clínica de recuperação, com o auxílio do Grupo Aliança pela Vida. Ajude quem precisa a se manter distante do uso compulsivo do produto químico!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Enviar Mensagem
Estamos online
Olá 👋
Podemos te ajudar?
Call Now Button