Como o uso de drogas pode afetar a sua saúde?

0 Comments 19:28

Como o uso de drogas pode afetar a sua saúde?

 

Muitas pessoas fazem uso de drogas buscando atingir sensações diversas, como bem-estar, coragem e felicidade. Entretanto, consumir entorpecentes pode trazer consequências graves, principalmente se isso acontecer a longo prazo.

 

Assim sendo, são inúmeros problemas que podem afetar a saúde, e de modo irreversível. Entre os desdobramentos mais perigosos, estão a alteração do funcionamento do coração, do fígado, dos pulmões e, inclusive, do próprio cérebro.

 

Uma outra questão que deriva do uso excessivo de drogas é a sua dependência. Como o corpo fica habituado com as substâncias, começa a exigir um consumo cada vez maior das mesmas, e isso é a porta para o desenvolvimento de uma overdose.

 

Dessa maneira, abordamos abaixo os principais tipos de drogas, os seus efeitos no organismo e como o uso desmedido pode prejudicar consideravelmente a sua saúde. Boa leitura!

Quais são os principais tipos de drogas?

 

As drogas podem ser separadas em dois grupos distintos: as lícitas e as ilícitas. As chamadas drogas lícitas são aquelas cuja comercialização é permitida, como as bebidas, o cigarro e os medicamentos.

 

Já as ilícitas correspondem às substâncias proibidas para uso e comercialização e que reúnem, entre elas, a cocaína, o crack, o ecstasy e a maconha. Além disso, elas também podem ser divididas como drogas naturais, sintéticas e semissintéticas.

 

As drogas naturais são aquelas que derivam de substâncias da própria natureza, tendo a maconha como a representante mais conhecida. Já as drogas sintéticas correspondem a todas aquelas que são produzidas artificialmente em laboratórios, como o ecstasy.

 

As semissintéticas, por sua vez, são um mix dos dois tipos anteriores. Desse modo, essas drogas, quase sempre, possuem origem natural e recebem alterações químicas em laboratório, tendo a heroína e a cocaína como os maiores exemplos.

 

O uso indiscriminado dessas substâncias pode ser direcionado tanto para servir como estimulantes, mas também causam diversos sintomas prejudiciais ao sistema nervoso e aos principais órgãos do corpo.

 

Os sintomas do uso de drogas

 

A classificação das drogas pode ser feita de três maneiras: depressoras, estimulantes e alucinógenas. Todas elas causam efeitos imediatos e que são uma porta de entrada para a dependência química.

 

As drogas chamadas de depressoras (heroína, álcool, entre outras), possuem sintomas como comprometimento de reflexos, aumento do relaxamento e do bem-estar, sonolência e resistência às dores.

 

Já as drogas estimulantes, simbolizadas pela cocaína e pelo crack, podem ocasionar falta de apetite, sensação de poder e excitação, excesso de energia, perda de controle das emoções e fala acelerada, entre outros.

 

Por último, as drogas alucinógenas, cujas substâncias principais são a maconha e o ecstasy, despertam medo ou prazer intenso, alucinações, sentimentos de pânico, e falta de percepção de tempo e espaço.

 

Com o uso de drogas a longo prazo, outros sintomas muito mais graves acabam surgindo, causando danos permanentes à saúde e sequelas difíceis de serem eliminadas. Entre os principais efeitos causados pelo uso de longo período, estão:

 

  • Desenvolvimento de doenças psiquiátricas, como depressão e psicose;
  • Destruição dos neurônios;
  • Lesões e danos ao fígado;
  • Mau funcionamento dos rins e dos nervos;
  • Isolamento social;
  • Grande possibilidade de desenvolver doenças contagiosas;
  • Desnutrição.

 

Ajuda e tratamento especializado

 

O uso contínuo e em excesso de drogas pode levar ao risco de uma overdose e, até mesmo, de morte precoce. Portanto, é importante procurar ajuda e tratamento especializado, principalmente se você faz uso contínuo de drogas e a longo prazo.

 

Dessa maneira, quanto mais cedo as pessoas que utilizam essas substâncias conseguirem identificar e tratar esse problema do vício, mais cedo os resultados aparecem, e de maneira a proporcionar uma melhor qualidade de vida.

 

Entre as ajudas destinadas a reabilitar a saúde do paciente viciado em drogas, está a do nutricionista. Ele é o profissional indicado para traçar uma dieta saudável, no sentido de recuperar o dependente químico, com uma alimentação completa e balanceada.

 

Outra ajuda que pode ser bastante útil no processo de recuperação é a do oftalmologista. Ele é responsável por fazer uma avaliação completa da visão do paciente, para indicar o tratamento necessário no sentido de evitar os danos decorrentes do vício em drogas.

 

Assim sendo, se você enfrenta o problema do vício, procure ajuda e tratamento especializado o mais rápido possível, de maneira a evitar graves problemas de saúde e sequelas permanentes.

 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post

Compartilhar
Call Now Button
Enviar Mensagem
Estamos online